201603.26
0

O WhatsApp pode atrapalhar nossa rotina?

Se fizermos uma breve pesquisa na Internet encontraremos muitos conteúdos sobre como a tecnologia facilita nossa vida, no entanto, se não soubermos fazer um bom uso dela podemos desperdiçar tempo. Se mal gerenciadas, ao invés de se tornarem ferramentas que auxiliam nossa rotina, as redes sociais, os aplicativos e outras ferramentas digitais podem desviar nossa atenção dos objetivos e da realização das nossas atividades cotidianas. Nesse texto vamos falar especificamente do WhatsApp, que é um aplicativo bastante popular e está entre as mídias sociais mais utilizadas no momento. No entanto isso não isenta os demais de também nos tomarem tempo.

Boa parte das pessoas participa de pelo menos um grupo no WhatsApp. São grupos formados com objetivos específicos (grupo da sua família, do trabalho ou de algum projeto), a intenção desses grupos é facilitar a comunicação entre seus membros, alguns grupos são bem específicos e pontuais. Nesse caso, o assunto compartilhado pelos membros é realmente de interesse de todos os participantes e há um ganho em termos de informação, agilidade e eficácia de comunicação entre os membros do grupo. Mas nem sempre isso acontece.

Aplicativo x produtividade

Vejamos algumas situações em que o WhatsApp pode comprometer nossa produtividade.

1) Muitos membros, nenhum objetivo. Parte dos grupos de WhatsApp possuem uma grande quantidade de membros, muitos que inclusive não se conhecem. Em alguns casos, esses grupos são criados com um propósito bem definido e com o passar do tempo esse objetivo se perde. Tanto eu como você já entramos em grupos específicos (um projeto, um grupo restrito) nos quais, no final das contas, as pessoas acabaram falando de política, enviando vídeos que não tinham relação com o assunto daquele grupo ou com boa parte dos membros. Minha opção para não perder tempo é sair desses grupos e me concentrar apenas nos que realmente me interessam.

2) Mudança de rota. Sem dúvida também já participamos de um grupo e, depois de certo tempo, percebemos que ele não funcionava mais para nossos objetivos, seja pela característica do conteúdo, pelo volume de informações ou outro motivo. Já participei de grupos em que eu esperava receber quatro ou cinco conteúdos por dia, ao invés disso recebia mais de 30, dentre informações, fotos e vídeos. Minha escolha foi sair desses grupos que tomavam muito tempo.

3) Informação perdida. Há ainda grupos com assuntos relevantes, foco no tema, membros participativos, mas pelo volume de informações ou pela quantidade de participantes é comum que a mensagem se perca entre tantas outras e não tenha atingido o propósito de comunicar ou de proporcionar a interação entre os membros. Por exemplo, um participante faz uma pergunta em um grupo de 50 pessoas, outros membros escrevem conteúdos diversos e a pergunta é esquecida. Muitas vezes precisamos resgatar mensagens antigas para compreender um assunto ou uma discussão. Em alguns casos é melhor ser direto, mandar uma mensagem para uma pessoa especifica daquele grupo que pode nos responder de uma maneira mais rápida.

4) Mensagem fora de hora. Outra coisa que as pessoas precisam aprender sobre WhatsApp é evitar mensagem fora de hora. Geralmente são conteúdos não urgentes, podem ser mensagens privadas, vídeos ou fotos diversas. Uma coisa é conversar com um amigo que dorme tarde, com quem você tem uma relação próxima, outra é receber conteúdo de divulgação (propaganda), vídeos, pelo aplicativo de noite ou de madrugada. Acredite: se for um assunto realmente urgente você não será comunicado por mensagem no WhatsApp, certamente irão telefonar para você.

O bom uso do aplicativo
Destacamos nesse texto alguns exemplos de uso inadequado do aplicativo, porém é preciso ressaltar que há sim bons exemplos de uso adequado do WhatasApp na nossa rotina. Um desses exemplos é a confirmação de horários de consultas com médicos, dentistas e outros profissionais. Além disso, por meio dos grupos podemos ser avisados sobre reuniões e decisões dos projetos que fazemos parte. E também há a utilização do aplicativo como ferramenta de lazer, porque não? Grupos de amigos, de família sempre tem esse momento de lazer.

Minha dica geral é que você separe um momento para usar o aplicativo, mas não permita que ele gerencie o seu tempo. Estipule e gerencie o tempo dedicado ao uso da rede, no caso de grupos de entretenimento ou assuntos mais leves geralmente escolho um momento do meu dia para ver vídeos, fotos e atualizar informações. Sobre os demais grupos – de trabalhos e de projetos -, minha sugestão é que você escolha os que são produtivos e que valem a pena permanecer.