201610.18
0

A importância da comunicação interna nas organizações

No texto de algumas semanas atrás aqui no blog falei sobre a imagem como maior patrimônio da empresa. E uma das formas de cuidar dessa imagem é por meio da comunicação interna, direcionada aos trabalhadores de uma empresa, instituição ou de qualquer negócio empreendedor, independente do porte ou categoria.

O principal objetivo dessa comunicação interna é envolver os empregados, manter as relações interpessoais entre eles, pois são eles que são a alma da empresa. E isso se dá tanto por meio de informação quanto por uma política de valorização profissional e pessoal do trabalhador.

Essa valorização profissional se dá por meio tanto de fatores ligados ao crescimento do colaborador dentro da empresa quanto ao reconhecimento do seu trabalho. Obviamente, envolve o setor de recursos humanos, que está relacionado a questões como remuneração, capacitação, alocação do funcionário no setor em que se identifica mais, dentre outras ações. Mas é na comunicação interna que é possível visualizar a empresa.

Os trabalhadores precisam ser levados em consideração quando se busca qualidade total dos serviços e produtos de uma corporação. Essas pessoas cooperam acrescentam progridem e inovam dentro da empresa, e é justamente por isso que são extremamente importantes. Basicamente, o modo como elas fazem isso provêm da maneira que elas se relacionam, seja de modo pessoal ou profissional.

Então, para que serve a comunicação interna?

A comunicação interna busca a integração dessas pessoas por meio de programas participativos e diferenciados. O que seria isso? Geralmente um maior comprometimento, aumenta índices de satisfação, refletindo direta e indiretamente na qualidade do trabalho desenvolvido.

Alguns produtos de comunicação interna podem contribuir para isso e são bem conhecidos, como boletins, eventos comemorativos, café da manhã com empregados. Hoje em dia isso ainda é aplicado e, mesmo parecendo simples ou até mesmo insignificante para quem vê de fora, do ponto de vista da comunicação é uma ação de interação, integração e afinidade entre profissionais, trazendo benefícios constantes na empresa.

A imagem corporativa já avançou muito nesse sentido. A ideia principal da comunicação interna é, além de comunicar a todos o que é necessário (como mudanças dentro da empresa, novos padrões e outros informativos), que os funcionários estejam mais próximos da empresa e se identifiquem com o serviço prestado, pois isso gera mais satisfação e, consequentemente, esses trabalhadores têm a possibilidade em contribuir com aquele projeto e refletir para os demais a imagem de sucesso, transformando o trabalho numa nova ideologia.

O funcionário se sente parte da empresa, de um todo, com um objetivo maior e contribui de uma maneira mais prazerosa no desenvolvimento do seu trabalho. E essa dedicação como funcionário não gera apenas um retorno financeiro (já que reflete na produtividade e qualidade do serviço). O ganho vai muito além disso e é imensurável: o funcionário se sente valorizado por fazer parte de um projeto, um ideal. Atributos com a imagem do vencedor por participar de um projeto maior e ter sua mão de obra valorizada, gera uma maior identificação do funcionário com o local de trabalho.

É preciso levar em consideração as necessidades de cada instituição na hora de trabalhar a comunicação interna. O objetivo principal é não apenas a necessidade de mais qualidade e produtividade dentro da empresa, mas que o empregador compreenda a importância e desenvolva uma relação mais próxima com seu público interno, suprindo a necessidade afetiva, psicológica, dentre outras. Há organizações que já oferecem essa possibilidade, por meio de incentivos a capacitação e treinamentos, espaços de interação e também de descanso, desenvolvem políticas de comunicação interna e valorizam essa comunicação, buscando ações também junto com o setor de desenvolvimento humano. E você, já pensou sobre comunicação interna no seu negócio?


Texto também compartilhado no blog Immagine.